Escolha uma seção
 
 


Confira outras ofertas
Clique aqui.


Arrasando
Conheça os relatos dos mergulhadores formados pela PDIC
Perfil
Conheça mais de perto os profissionais PDIC.
Novos profissionais PDIC
Saiba quem são os novos profissionais!

Você que ama o mar e anseia por desafios constantes. Que gosta de estar sempre aprendendo. Você que possui essas características é a pessoa certa para se tornar um profissional no mergulho recreativo.

Descubra como se tornar um profissional PDIC


Perfil - Conheça o profissional PDIC

João Tavares

 João Tavares é geógrafo e prof. de geografia formado pela UFRJ. Com 39 anos mergulha desde os 14 e é Instrutor de Mergulho desde 1990. Ingressou na PDIC em 1995, sendo hoje Instrutor Master. Mergulhador Tech e Cave pela GUE, acumula as funções de diretor técnico da Escola de Mergulho GAMASUB e de fabricante dos produtos para mergulho GAMASUB. Ministra os cursos PDIC no Rio de Janeiro, atuando mais intensamente na Zona Oeste da cidade . É colaborador do site Dive In, escrevendo artigos sobre equipamentos para mergulho.

A PDIC é uma das certificadoras mais exigentes do mercado. Por que você a escolheu?
A organização e a coerência da PDIC foram o que me fez vestir a camisa PDIC. É uma certificadora que sempre se preocupou com o desenvolvimento da atividade do mergulho, da evolução das técnicas de ensino e do aprimoramento dos profissionais da atividade. O fato de ser mais exigente não deve ser visto como algo negativo, muito pelo contrário, faz com que o profissional da PDIC tenha que estar melhor preparado. E quem lucra com isso é o próprio profissional, além do seu aluno é claro.

Em termos de didática, qual é o grande diferencial da PDIC no mercado?
Procuramos formar mergulhadores comprometidos com a atividade, que vejam o mergulho como uma oportunidade para se desenvolver pessoalmente. Que utilizem o mergulho como uma ferramenta que irá ajudá-los a serem mais felizes, não só pelas belezas do mundo submarino mas também por conseguirem se adaptar a um novo ambiente, muitas vezes superando seus limites, medos e dificuldades. Dentro deste foco a filosofia ARRASO é um método de ensino coerente, eficiente e uma ferramenta facilitadora do processo de ensino, pois permite que o mergulhador se auto avalie o tempo todo, desde a primeira aula. E o "rodar o diagnóstico" aumenta em muito a segurança com que se mergulha também.

Que benefícios os novos padrões gerais de cursos trazem para os mergulhadores e os profissionais PDIC?
Os benefícios são tanto para os mergulhadores como para os profissionais, pois facilita a evolução de cada um deles. O profissional tem à sua disposição uma ferramenta que facilita a sua função. E na PDIC estes padrões estão evoluindo o tempo todo, acompanhando as novas necessidades e procurando sanar as dificuldades que vão aparecendo no processo de ensino. O mergulhador ganha em ter a sua disposição um processo de ensino dinâmico e moderno, que acelera o seu aprendizado e lhe mostra os benefícios que o mergulho pode trazer para sua vida.

Qual seria a forma ideal de trabalhar de uma certificadora hoje atuando no Brasil?
Acredito que o foco da certificadora tenha de ser o de pensar o currículo do mergulho, pensar em como o mergulho se organiza, no espaço que se pretende influenciar, que conhecimentos lhe cabe transmitir e se apenas transmitir conhecimentos é suficiente. Pessoalmente acho que hoje a PDIC está dois passos a frente das outras certificadoras, pois não pensa no currículo do mergulho de forma stricto senso , ou seja, pensando somente na parte didática do processo. Hoje ela procura ajudar a evolução do profissional no campo didático, pedagógico, técnico e psicológico. Procura entender as influências da atividade do mergulho dentro da nossa sociedade. Acho que as certificadoras deveriam estimular o profissional do mergulho a pensar sua realidade de maneira diferente. Só isso já faz com que o profissional evolua, tanto no profissional como no pessoal, e que me perdoe o Faustão por usar seu trocadilho.

Participe mandando o nome do profissional que você quer conhecer mais um pouco, clique aqui.

Voltar

 

PDIC © 2001 - 2005