Escolha uma seção
 
 


Confira outras ofertas
Clique aqui.


Arrasando
Conheça os relatos dos mergulhadores formados pela PDIC
Perfil
Conheça mais de perto os profissionais PDIC.
Novos profissionais PDIC
Saiba quem são os novos profissionais!

Você que ama o mar e anseia por desafios constantes. Que gosta de estar sempre aprendendo. Você que possui essas características é a pessoa certa para se tornar um profissional no mergulho recreativo.

Descubra como se tornar um profissional PDIC


Perfil - Conheça o profissional PDIC

SERGIO SALVADOR

 

Sérgio Salvador Almeida, 54 anos, engenheiro e administrador de empresas com diversos cursos de extensão em recursos humanos, planejamento e gestão empresarial. "- Sou sócio de uma empresa de consultoria com sede em São Paulo, mas, para o bem da minha sanidade e azar do meu stress iniciei como mergulhador autônomo em 01/93. Minha afinidade com o mar sempre foi muito grande e a vontade de saber mais e evoluir na atividade que virara minha paixão, cresceu na medida em que comecei a mergulhar todo final de semana e feriado; o pessoal do CIMA não me agüentava mais. Fui certificado Dive Supervisor em 12/93 e estagiei no CIMA até 03/95 quando terminei o curso de Assistente de Instrutor. Em 10/96 concluí meu curso de Instrutor e hoje sou também Instrutor Especialista em Equipamentos, Seres Marinhos, Computadores e Mergulho Multi-Nível, Resgate, Nitrox, Primeiros Socorros e Hub. Sou um dos proprietários da escola/operadora Scuba Adventure em Angra dos Reis e temos como compromisso a qualidade e segurança dos serviços que oferecemos. 

A PDIC é uma das certificadoras mais exigentes do mercado. Por que você a escolheu?
Em todos os meus projetos, palavras como qualidade e excelência de serviços sempre nortearam os trabalhos e no mergulho não poderia ser diferente. O fato de ser das mais exigentes sempre me agradou pois vinha de encontro à minha filosofia de atuação. 

Em termos de didática, qual será o grande diferencial de mercado que a PDIC irá emplacar com a nova filosofia Arraso?
No meu entender a nova filosofia ARRASO, de uma certa forma já existia de maneira implicita dentro da PDIC. Se observarmos o que sempre foi nossa cartilha, o que era pregado e pedido às escolas e profissionais, veremos que a maior parte já estava ali, só não estava estruturada para ser empregada de modo igual por todos. O acrônimo nos lembra os pontos mais importantes, o material ganhou qualidade mas o que resume, e deve ser buscado, é o mergulho como estilo de vida, com todas as implicações que isto possa acarretar. 

Que benefícios os novos padrões gerais de cursos irão trazer para os mergulhadores e os profissionais PDIC?
Se antes a PDIC já era reconhecida como "the quality training agency", com os novos padrões deveremos ter profissionais mais bem preparados e conscientes de seu papel e, consequentemente ter mergulhadores mais bem formados. 

Qual seria a forma ideal de trabalhar de uma certificadora hoje atuando no Brasil?
A "Parceria" tem sido últimamente uma forma de administração usada em associações de empresas que buscam unir esforços para obter resultados, acho que neste aspecto a certificadora pode fazer um trabalho de pesquisa, desenvolvimento, orientação e integração da atividade de mergulho com as escolas e profissionais. Há, todavia, um aspecto que não pode ser delegado nem negligenciado, que é o de fiscalizador das ações desenvolvidas pelos seus associados independentemente de seu nome ou tamanho, que deve ser feito regularmente, não como policiamento, mas dentro do espírito da parceria, orientando e até estabelecendo metas a serem cumpridas e padrões a melhorar, afinal é a certificadora, quem emite as carteiras e diplomas e atesta a qualidade seus associados. 

Participe mandando o nome do profissional que você quer conhecer mais um pouco, clique aqui.

Voltar

 

PDIC © 2001 - 2005